Bem Vindo!

Amidalizza 30ml

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em estoque

De: R$15,00

Por: R$12,95

Descrição Rápida

Insira conteudo

Amidalizza 30ml

Detalhes

AMIDALIZZA
 
Finalidade: Atua aliviando o mau hálito e promovendo ação refrescante.
Modo de Uso: Pingar 10 gotas sobre a língua, ou diretamente na garganta, 3 vezes ao dia.

Saiba mais sobre o uso tradicional...
- Guaçatonga

A Casearia sylvestris é uma planta originária da América do Sul, encontrada principalmente no Brasil. É muito utilizada tradicionalmente como cicatrizante em lesões de pele e mucosa. Atualmente, estudos indicaram sua utilização no tratamento da úlcera gástrica.

- Piti

A Petiveria alliacea é uma planta originária da América tropical, especialmente encontrada na Amazônia. É popularmente utilizada em muitos países da América latina com diversas finalidades, sendo que, no Brasil, exaltam-se as propriedades antiinflamatórias, anti-séptica e imunoestimulante.

- Zedoária

A Curcuma zedoaria, originária da Ásia tropical, é cultivada na Índia, China e Japão e já está bem aclimatada no Brasil. Entre os povos orientais, era muito utilizada por cantores a fim de “limpar” a garganta antes dos espetáculos. No Brasil, é popularmente utilizado como digestivo e contra o mau hálito.

- Hortelã-pimenta

A Mentha piperita é uma planta tradicionalmente utilizada nos problemas do trato respiratório, do aparelho digestivo, nas afecções bucais e como refrescante do hálito.
Este produto é classificado como alimento, portanto, o termo “indicação de uso” não está regulamentado. Por esta razão, o Laboratório Panizza, a fim de cumprir as normas estabelecidas pela ANVISA, opta por informar o “uso tradicional” de seus produtos, baseado em informações científicas e tradicionais.

Advertência: As informações contidas neste site são fornecidas com finalidades de esclarecimento e não significa substituir os conselhos e prescrições fornecidas pelo médico ou profissional da saúde.
 
Referências Bibliográficas
BITENCOURT, Luís Fernando; HOMECHIN, Martin. Avaliação da qualidade sanitária de sementes de guaçatonga (Casearia sylvestris Swartz - flacourtiaceae) por três métodos de incubação. Revista Brasileira de Sementes, Vol. 20, No 1, p.233-236 – 1998.

BASILE. A.C; OSHIRO, T.T; AZZOLINI,C.A.; PANIZZA, S. e SERTIÉ, J.A.A. Casearia sylvestris (Guaçatonga): atividade antiulcerogênica e sua toxicidade. Laboratório de Farmacologia e Toxicologia de Produtos Naturais. Departamento de Farmacologia, ICB, USP, São Paulo, SP. 
(IV Reunion of Experimental Biology Society – 1989)

Jayme Antônio Aboin Sertié, Alberto José Cavalheiro, André Gonzaga dos Santos, Ricardo Gomide Woisky do Rio, Vanderlan da Silva Bolzani, Aristeu Gomes Tininis. Processo de obtenção de extratos de Casearia sylvestris,processos de obtenção de frações ativas, extratos, frações ativas, uso de extratos e frações ativas, composição, unidade de dosagem, método para prevenir, tratar, combater ou suspender distúrbios gastrintestinais, medicamento e princípio ativo. Inst. Ciências Biomédicas/USP. Proc. FAPESP: 01/10629-6 Registro INPI: PI 0306167-1

Lemus Rodríguez Z, García Pérez ME, Batista Duharte A, Guardia Peña O de la, Alfonso Castillo A. La tableta de anamú: un medicamento herbario inmunoestimulante [artículo en línea]. MEDISAN 2004;8(3). 

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.